Imprimir essa página
Dicas para manter a alta acuracidade do seu controle de estoque

Dicas para manter a alta acuracidade do seu controle de estoque

A acuracidade é uma medida de conferência dos estoques segundo a qual a quantidade de registros verificados no estoque lógico — ou seja, no sistema usado para controlar as entradas e saídas de mercadorias — deve equivaler ao número de itens armazenados no estoque físico legítimo. Por isso, os sinais de que existe uma adequada e boa acuracidade apontam a um índice de erros nos controles de estoque baixíssimo ou bem próximo a zero.

Desse modo, uma boa análise dos estoques é imprescindível para o bom funcionamento de todo o sistema de controle, sem deixar furos na hora das reposições e do aumento de consumo pelos clientes. Mas como manter a alta acuracidade de estoque em seu negócio? Aprenda agora:

Classifique os itens do inventário
Implemente a sistemática de um inventário rotativo, com base em uma classificação prévia dos artigos armazenados — conforme o sistema da curva ABC e em função de volume, giro ou popularidade dos produtos. No caso, os artigos da Classe A são os que têm maior valor ou que são críticos para o seu negócio; os da Classe B, os de estima ou de importância média; aqueles que compõem a Classe C têm uma menor importância; e os da Classe D respondem por uma pequena movimentação na empresa. A frequência de contagem, nessa situação, obedece à ordem de relevância das classes — os itens do tipo A devem ser contados, por exemplo, diária ou semanalmente, enquanto os itens D podem ter uma contabilização anual.

Realize inventários rotativos
Ao cumprir os procedimentos apropriados para desempenhar contagens cíclicas regulares em periodicidade diária, semanal, mensal ou anual — conforme a amostra de itens por classe —, torna-se viável encontrar eventuais divergências mais rapidamente, permitindo também que ações corretivas sejam tomadas com a mesma eficiência.

Discipline e motive quem trabalha nos estoques
Sua equipe de funcionários que lida com os traslados e o armazenamento de mercadorias nos estoques — desde o gerente até aqueles que vão conferir ou cuidar do empilhamento de caixas — deve ter como objetivo a acuracidade do inventário. Portanto, os colaboradores devem estar bem treinados, precisam cumprir rigidamente os procedimentos de controle e podem, como forma de incentivo, estar subordinados a um bônus se a meta for atingida.

Invista em tecnologia
Quanto maior for o volume de mercadorias estocadas e a complexidade de armazenamento, mais importante será a implementação de sistemas que informatizem certas fases de controle e automatizem procedimentos. Os recursos tecnológicos aplicáveis hoje em dia são variados e vão desde códigos de barras até softwares para o gerenciamento de armazéns. O monitoramento de entradas e saídas dos produtos será mais confiável se a alimentação dos sistemas for bem feita.

Escolha bem a infraestrutura dos depósitos
Os distintos tipos de atividade, as demandas de armazenamento e as movimentações de logística vão solicitar diferentes necessidades de infraestrutura. Nesse sentido, o galpão onde se vai instalar o estoque deve estar adequado não só em termos funcionais, mas também nos seus aspectos dimensionais, de capacidade e de segurança. Se houver algum problema ou desgaste estrutural, revise sua política de armazenamento e logística. Caso seja preciso, invista em uma ampliação ou no aluguel de um novo depósito que atenda melhor sua demanda.

A alta acuracidade dos estoques é um dos pilares para o sucesso de seu negócio, portanto, mantenha sempre o controle de seus estoques atualizado e bem feito.

Fonte: galpaoeficiente.parquetorino.com.br

Rate this item
(0 votes)